Poema | Juliana Meira

cropcropfaço chover
peras

elas caem em
nossas cabeças

mentalmente devoramos letras
doce possibilidade

no poema chovem peras
mas tua presença não é verdade


c



todas as palavras
com suas mutações
contagiam meu corpo

por isso sofro
desde a sombra
até o osso



Juliana Meira
é poeta e advogada, autora de Poema dilema (2009). Seu segundo livro não possui título e foi publicado pela Castelinho Edições, em 2012. Vive em Porto Alegre (RS).

Ilustração: Heitor Yida
Recomendar esta página via e-mail: